Seguidores

terça-feira, 26 de abril de 2011

UM VASO NOVO!!!

Lama e água é igual a barro. Você é feito de barro.
Barro de chão, lugar onde você já foi pisado.
O Oleiro veio com suas mãos e lhe colocou
numa roda.Assim, em seguida, você
começou a girar. Ele começou a te
moldar.Você era um vaso peque-
no, não servia para muitas coisas,
o Oleiro te quebrou, colocou
mais barro e lhe fez um
vaso grande.Você era
um vaso fino, desses
que se quebra por qual-
quer motivo, qualquer
inveja, qualquer julgamento.
Deus lhe engrossou e hoje seus
inimigos lhe contemplam por sua
beleza e força.Você era um vaso vazio,
não cultivava nada em seu meio,Deus lhe
encheu de Seu próprio Espírito e hoje você é ferramenta
de edificação. Hoje você é um vaso cheio do próprio Deus que se
move em você.Você era um vaso cheio de pedrasVocê escrevia seus
atos por causa do reconhecimento dos outros, sua carência Então,
o Oleiro veio e com seus dedos e foi lhe arrancando todas as pedras
Cada pedra ar-rancada uma dor.Cada pedra arrancada, uma cicatriz
Em cada cicatriz de pecado,o carinho do coração de Deus lhe
desmarcava do rastros do passa-do e lhe dá um livro em branco para
que sua história daqui pra frente seja escrita por inspiração de
seu Espírito.Você era um vaso torto, desses quesente prazer nas
sombras e não no sol.Sua vida era murmurar da demora por aquilo
que você procurava com medo de achar: sua cura e libertação.
Entretanto,o Oleiro veio e te endireitou Para isso
foi preciso ser queima-do num forno muito quente.
Em seguida, jogado em água fria.
Você era um vaso esquecido na estante
não servia para nada e ninguém acreditava em você.
Sua história de vida era um rascunho mal feito, sua
utilidade era nula. O Oleiro veio e lhe deu um fôlego soprado da
própria boca Dele. Por fim, você reviveu, foi restaurado. Jesus
te desfez e te refez novamente. E assim Ele fará enquanto vo-
cê precisar. As mãos do Oleiro é o lugar onde se acalenta o
vaso em sua mais santa versão. Lama é lama, você é morada do
Espírito Santo.
Fim do interlúdio chamado olaria. Porque a adoração desperta o moldar de Deus. Onde um dia e mil anos são a mesma coisa: nascer e não morrer. Ser saciado pela presença literal, pessoal e espiritual de Jesus. Adorar pela constante eternidade da salvação. Livre de todo o saudosismo medíocre e terreno. Preso nos braços de Jesus, que por sinal, agora já poderão lhe abraçar. Morar com Deus, o grande e sublime Oleiro de amor. Viver e dia após dia debaixo de uma intensa felicidade dada de presente para sempre. Acordar no lugar onde o amor é a primeira coisa de se vê e a última que seja possível se esquecer. Então, neste lugar de recompensa e descanso, para sempre todos dirão: Aleluia!

paz a todos!

Retirado do blog Rita de Cássia a menina dos olhos de Deus

Um comentário:

  1. Olá Bete,bom dia!!!muito obrigada por sua visita e seu comentário,sinta-se a vontade pra ultilizar o que vc quiser do blog.afinal estamos aqui com um único e mesmo proposito,que é falar e levar a palavra e o amor de Deus.
    Aqui podemos ver como é maravilhosa e verdadeira essaa mensagem.Como Deus fala aos nossos corações, através dessas palavras, transmitidas de forma sincera e profundema.Eu quero ser um vaso nas mãos de Oleiro(Deus),pois so ele com suas mãos e seu amor pode consertar as nossas rachaduras nos fazendo todos os dias um vaso novo,Dignos de nos encher do Espirito Santo.
    Deus te abençoe maninha querida,com certeza vc é um vaso muito valioso pra Deus e pra nós também.Bjos.

    ResponderExcluir